O Chegar de um Novo Mundo | World Challenge

O Chegar de um Novo Mundo

David WilkersonSeptember 16, 2013

O Novo Testamento diz que nos últimos dias zombadores aparecerão. Jesus diz que tais escarnecedores irão ridicularizar toda doutrina que diz que Cristo está voltando para estabelecer um novo reino. Se você tentar explicar essa doutrina – de que quando Jesus vier novamente Ele estabelecerá um reino de eterna justiça – será chamado de insano.

Estes mesmos escarnecedores afirmam que uma “nova ordem mundial” está na verdade chegando. Segundo pensam, uma nova sociedade já está à vista, prestes a introduzir uma realidade inteiramente nova. Tem havido muitas afirmações da chegada de um mundo novo ao longo da história, e a última tem silenciosamente ganhado ímpeto nas últimas três décadas. Por que o mundo agora clama para a entrada de uma nova ordem mundial? É porque Satanás sabe que seu tempo é curto. Ele sabe que Cristo breve retornará, e quer manter as multidões no engano afligindo-as com um mundo fantasioso. A doutrina de um mundo novo está cheia de todo tipo de esperança falsa incluindo paz global e o fim das doenças. Tem o objetivo de levar dúvidas ao povo de Deus em relação à realidade da volta de Cristo.

Um novo mundo realmente está chegando e está alvorecendo neste momento – mas não se trata de nenhum tipo de Nova Era. É um mundo no qual Cristo está voltando para estabelecer o Seu santo reino. Toda nação estará sob o justo governo do Senhor, e qualquer força de oposição será tornada estrado dos Seus pés. Os zombadores não terão lugar neste novo reino: “Nós, porém,segundo a sua promessa, esperamos novos céus e nova terra, nos quais habita justiça” (2 Pedro 3:13). A nenhum destes que se seguem será permitido entrar neste glorioso novo mundo: “Aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos” (Apocalipse 21:8).

Pense na beleza e na maravilha de uma vida sob o governo santo e justo de Jesus. Agora compare uma visão destas com o trágico engano da Nova Era. Milhões de pessoas estão convencidas de que na Nova Era encontrarão paz e preenchimento. Acreditam que a culpa e a condenação desaparecerão, que seus atos pecaminosos não lhes rondarão mais, que poderão livremente se entregar à carne.

Mas o apóstolo Pedro nos dá um retrato claro quanto à realidade do novo mundo que chega. Ele diz que o mundo atual caminha para uma fusão em chamas que o próprio Deus trará: “Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; também a terra e as obras que nela existem serão atingidas” (2 Pedro 3:10).

Pedro diz que faz esta descrição por um motivo: para “despertar a mente esclarecida” dos crentes. Tudo aquilo ao qual estamos ligados – todas as coisas materiais que consideramos preciosas, e trabalhamos a vida toda para possuirmos – se dissolverão. Simplificando, a terra na qual vivemos é em última análise transitória.

Muitos cristãos deixaram passar esta verdade bíblica. O único interesse deles tem sido construir um mundo de conforto nessa vida presente. Os seus corações foram capturados por noções de prosperidade, de aceitação e reconhecimento. Tudo isso é contrário ao plano e ao propósito de Deus para o Seu povo.

Se você é consagrado a Jesus, você pode se perguntar por que nunca foi plenamente aceito em seu local de trabalho secular. Talvez você nunca tenha estado verdadeiramente seguro entre seus companheiros de trabalho. Será que você recebe pouco crédito pelo que faz? Você tem sido mal compreendido, ridicularizado ou vítima de mexericos? Se for assim, não tenha medo. Tudo isso pode ter sido ação misericordiosa do Senhor.

Deus conhece os nossos corações, se somos suscetíveis a sermos seduzidos pelas coisas mundanas, incluindo ambição e sucesso. Em Sua misericórdia, Ele pode estar dizendo através da provação, “Não quero que você fique preocupado com ‘sucesso’ aqui porque tudo isso vai cair. Ponha as suas afeições nas coisas do alto, no novo mundo que virá”.

Quero que você saiba de duas coisas. Primeiro, Deus não quer os nossos talentos enterrados. Mesmo assim Ele é o orquestrador maior de nossas vidas. E Ele é o encarregado da nossa “posição” em todo tempo. Segundo, comparada ao novo mundo que virá, esta vida nada é senão sombra passageira. O nosso lar celestial é um lugar de muita ação, cheio de novos horizontes e operações incríveis. Deus não irá desperdiçar um único talento que lhe deu, seja nessa vida ou na outra. No novo mundo, os seus dons serão ampliados muitas vezes. Ele vai lhe usar para a Sua glória na eternidade.

Jesus nos dá várias idéias quanto a como será a vida no mundo que virá

Veja as descrições de Cristo nestas passagens: “Bem-aventurado aquele servo a quem seu senhor, quando vier, achar fazendo assim. Em verdade vos digo que lhe confiará todos os seus bens” (Mateus 24:46-47). Em grego a expressão “lhe confiará” aqui sugere “lhe nomeará eternamente”. Deus irá nos indicar como governantes dos Seus bens por toda a eternidade. Pense nisso: indicações eternas, reinando sobre os Seus, governando cidades como reis e sacerdotes!

Eu às vezes imagino que quando chegarmos ao céu, descobriremos novos planetas – novos mundos criados para a glória de Deus, nas profundezas do espaço sideral, algo além de qualquer coisa que nossas mentes finitas consigam compreender. Mesmo agora, novas tecnologias estão ajudando os cientistas a descobrirem universos inteiros que não sabíamos existir. A criação de nosso Deus se estende tão acima do que possamos imaginar, que até confunde a mente.

Além disso, haverá multidões incalculáveis de santos com Jesus na eternidade. Penso nas milhões de crianças ao longo dos séculos as quais morreram antes do tempo. Tantas foram abandonadas, morreram de fome ou foram abortadas. Elas foram carregadas nos braços de Jesus para o paraíso. Quero lhe dizer que o céu não seria céu sem estas crianças. E lá será maravilhoso para elas. Lembro-me que me contaram de um garotinho órfão que sonhou ter ido para o céu e Jesus jogava bola com ele. Acredito que uma visão como essa será mais real do que podemos imaginar.

E quem irá estar lá para brincar com estas crianças e abençoá-las, pode se perguntar. Nós iremos. Seremos eternamente indicados para amá-las. Deus vai usar-nos ao máximo em Seu novo mundo.

Eis o coração da minha mensagem: exatamente por meio da vida que Deus lhe dá agora, Ele está lhe treinando para governar e reinar com Ele quando chegar o novo mundo. Isso significa que toda provação que você enfrenta – cada menosprezo de seus colegas, todo desapontamento, todo clamor angustioso a Deus por não estar sendo usado – tudo isso é treinamento divino. Ele determinou tudo isso para a sua preparação. O Senhor para sempre está lhe preparando para um papel maior indicado a você em Seu reino eterno.

Por espantoso que possa soar, Pedro diz que devemos ardentemente desejar o fim do mundo atual.

Para alguns leitores isso pode soar mórbido. Mas Pedro cita isso como “Dia de Deus”, quando todo o mal presente será removido: “Esperando e apressando a vinda do Dia de Deus, por causa do qual os céus, incendiados, serão desfeitos, e os elementos abrasados, se derreterão” (2 Pedro 3:12).

Isso não quer dizer que devamos nos alegrar com a destruição. As palavras de Pedro aqui simplesmente têm o objetivo de nos sustentar. Toda vez que ficarmos desencorajados nesta vida devemos nos rejubilar, sabendo que vamos habitar um novo mundo! Pedro então compartilha outra verdade com o objetivo de nos despertar: “Visto que todas essas cosas hão de ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade” (3:11).

Quando você lê estas palavras – de um grande incêndio chegando e de um novo e brilhante mundo onde reina a justiça – você se alegra? Talvez em vez disso você se preocupe, dizendo “Senhor, creio em Tua palavra que diz que um novo mundo santo está chegando. Mas temo não corresponder ao padrão piedoso que Pedro descreve aqui. Receio cair e ficar aquém de tudo isso”.

Tenho boas novas gloriosas para você: posso lhe demonstrar sem sombra de dúvida que o próprio Deus deseja preservar você para o mundo Dele que chega. Ele se compromete asssim: “O Senhor te guardará de todo mal; guardará a tua alma. O Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre” (Salmo121:7-8). “O Senhor guarda a todos os que o amam; porém os ímpios serão exterminados” (145:20). “O vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é o que vos chama, o qual também o fará” (I Tessalonicenses 5:23-24). “O Senhor me livrará também de toda obra maligna e me levará salvo para o seu reino celestial. A ele, glória pelos séculos dos séculos” (2 Timóteo 4:18).

Note quantas vezes Deus diz que preservará o Seu povo. Ele está dizendo, “Vou lhes manter seguros em meio a todas as coisas. Não importa o tipo de provação que venha sobre vocês. Eu próprio vou lhes colocar no Meu reino celestial”.

Você está vendo o quanto o Diabo mente? Ele ameaça lhe devorar, mas o tempo todo Deus promete lhe guardar. Você quer repousar nesta promessa? Ouça de novo a palavra Dele a você: “Ele guarda a alma dos seus santos, livra-os da mão dos ímpios” (Salmo 97:10).

Ponha isso na sua mente e no seu coração hoje: o Senhor vai lhe guardar e proteger até o dia em que Jesus lhe levar para o lar celestial.

Caro leitor, Deus quebrou para valer a armadilha de Satanás. Você foi liberto. Você pode ter medo de cair no futuro, mas Deus quer remover o seu temor. Ele prometeu Ele próprio lhe levar para o lar celestial. E nada pode impedi-Lo de fazer isso para você. Por isso você está verdadeiramente livre. Você pode aguardar ansioso novos céus e nova terra onde a Sua justiça reina.

Está na hora de você lançar o seu olhar sobre aquele mundo e não sobre este. Leve ao coração a preciosa Palavra de Deus para lhe preservar. Ele não vai deixar o Diabo tomá-lo como presa fácil. Pelo contrário, Ele vai lhe capacitar a por os pés sobre o pescoço do inimigo; o próprio Deus o livrará plenamente. Esta é a Palavra. Amém!

Download PDF